TROVADOR DAS ALTEROSAS

PROSA E VERSO

Textos


TÔ FERRADO 02


VOU SUAVIZAR

Õ tesouro tesourinho não vá se zangar
Devem ser crianças que não tinham tela,
Vai ver que eles só queriam se declarar
E resolveram de pintar na nossa janela.

Há sim seu cachorro, crianças, até aposto,
Estou pensando até em fazer uma prova...
Bandido, safado, me engana que eu gosto,
Isto só pode ser coisa desta vizinha nova.

Ô minha pombinha linda, tão desconfiada,
Nunca nem olhou pra mim aquela menina,
Há não, eu vi muito bem ela quase pelada,
Jogando beijo fazendo charme na piscina.

Quero o divórcio, e cale a boca galinhão.
Vixe desta vez a mulher ta virada no cão.

 
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 07/02/2018
Alterado em 08/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras