TROVADOR DAS ALTEROSAS

PROSA E VERSO

Textos


Escrito em 2006 reedição



“O SINAL”



E lá vem balançando, aquela enorme barriga;
belíssima, redonda, tão ostentosa e empinada!
Atrás vem a dona sem reclamações ou fadiga,
com as mãos protetoras em baixo entrelaçadas
nos afagos suaves de uma apresentação amiga
vai amparando o peso das entranhas grávidas.

Na sintonia perfeita contra a lei da gravidade,
a massa de amor se inclina pendendo para trás,
e cria uma imagem transparente da felicidade!
O rosto redondo irradia um sentimento de paz,
em comunhão com a alma que seu corpo invade
nesta mística fantástica que este universo traz.

Toda a química orgânica dos hormônios mistos
num processo intrínseco desde as perdidas eras;
harmonizam-se, explodem em energia e atritos
do qual fazem parte até a mágica das quimeras,
para fazerem das barrigas invólucros benditos
dos milagres que irão nascer em longas esperas.

O sorriso na boca está exibindo a cor da alegria,
para saber que é feliz não preciso que ela o diga
pois nos seus olhos tem o brilho reluzente do dia!
Viro a cabeça para que meu olhar não a persiga,
disfarço: para esconder que entre lágrimas eu ria
compreendendo o valor da vida... Naquela barriga.


 
Trovador
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 31/07/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras