TROVADOR DAS ALTEROSAS

PROSA E VERSO

E-books
"LIVRE ARBITRIO"
Autoria: Trovador das Alterosas
Ano: 2012
Tamanho: 305 KB
Formato: DOC
Sinopse:
Um livro de cabeceira, onde o autor arrisca a exibir os seus mais reconditos pensamentos sobre o mundo espiritual "se" por ventura houver vida após à vida. Acho que nenhum ser humano consegue mais viver sem os medos ou esperanças que nos inflingiram atravéz dos tempos, às religiões, as seitas em geral, o curandeirismo, o espiritismo,a magia negra, branca,à mitologia e muito mais. O que nos leva: "escritores, poetas e curiosos" à explorar o tema e as possibilidades, mesmo... Por vezes, não tendo domínio completo sobre aquilo que escreve. Quem ler, por favor, não há qualquer pretenção da parte do autor em denegrir ou menospresar o que existe de escrito sobre este conteúdo. Porém: Para que alguém possa afirmar que é de outra forma ele tem que provar que já esteve na vida pós à vida e enquanto isto não acontece, creio que quem escreve tem o direito de explorar o tema como ele achar melhor. Obrigado à quem ler.

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
ESTE ARAGUAIA
Autoria: Trovador das Alterosas
Ano: 2012
Tamanho: 198 KB
Formato: PDF
Sinopse:
ESTE ARAGUAIA Autor: Valdemiro Mendonça Conto: ficção Chaguei em Goiânia as vinte e três e trinta horas peguei a mala, e com meu violão às costas, meu chapéu preto, dei uma olhada no povo que estava por ali, tentando identificar meu amigo engenheiro Elói, que não via há algum tempo e que combinamos de viajar juntos para Aruana, Ele me gritou, Leão, meu nome de guerra no trecho, todos com quem trabalhei abaixo e acima de mim me conheciam como Leão. Trocamos um abraço pra matar a saudade de quase dez anos sem nos vermos, ele já começou me xingando dizendo que eu estava forte e podia voltar a trabalhar, a ideia até me atraiu, nestes dias eu estou pensando seriamente em voltar para o trecho, mas meus filhos não querem nem que eu fale nisto, mesmo assim foi o tema da nossa conversa depois que pegamos seu carro no estacionamento e ele dirigiu até o bairro que mora. Sua nova esposa Ana ainda não me conhecia, e estava às voltas com o bebê de um ano, mas me recebeu se apresentando e gentilmente me dizendo para ficar a vontade e que logo que o bebê dormisse conversaríamos um pouco. Marisa irmã de Elói que ia fazer companhia para Ana enquanto estivéssemos fora me recebeu cordialmente, já nos conhecíamos dos tempos que eu era rico... É! Quem trabalha é rico com certeza, a fama de garanhão e andarilho acabou fazendo no passado rolar um tildei entre nós, mas era um segredo guardado a sete chaves, mesmo não tendo significado nada mais do que um Love sem Love.

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Site do Escritor criado por Recanto das Letras