TROVADOR DAS ALTEROSAS

PROSA E VERSO

Áudios

PAPO DE BOTECO
Data: 19/04/2017
Créditos:
LETRA E MUSICA DE VALDEMIRO MENDONÇA "TROVADOR DAS ALTEROSAS"
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


PAPO DE BOTECO

ÁUDIO NO PÉ DA PÁGINA CLICOU OUVIU

Musica composta, musicada e registrada em 1992


CUMPRINDO SINA MENINO DE MINAS,
UM PELO NO QUEIXO ,O PAI DIZ JÁ CRESCEU!
VESTE SUA CALÇA COMPRIDA E VAMOS PRA VIDA,
QUINZE ANOS É HOMEM  E O HOMEM ERA EU!


MEU PAI O MEU GUIA, CIDADE VAZÍA!
NA RUA DA NOITE, ANDANDO A PÉ,
PERFUME E FUMAÇA, SUOR E CACHAÇA,
MEU PAI PAGA A DAMA LÁ NO CABARÉ! ÔÔÔ


SEM LIBERDADE PARA ESCOLHER,
ESCOLHER, ESCOLHER, ESCOLHER, ESCOLHER.
E SEM ESCOLHA É DIFÍCIL VIVER!
E VIVER, SEM VIVER, OU VIVER POR VIVER
NÃO SE CHAMA VIVER.

LHE DEU DINHEIRO E ELA LIGEIRO,
PUXOU MINHA MÃO SEM EU PROTESTAR,
ME CHAMOU DE CACHO,VOCÊ NASCEU MACHO,
MAS PARA SER HOMEM VAI TER QUE PROVAR!


ELA ME DESPIA ENQUANTO EU TREMIA,
FANTOCHE NAS CORDAS EMARANHADO,
NADA DE DECÊNCIA, BEBEU A INOCÊNCIA,
E AINDA DE PRÊMIO GANHOU UNS TROCADOS,


AI COMO DOI, MEU PAI MEU HEROI,
NO DIA SEGUINTE, ME APONTANDO AO AMIGO!
NOS OLHOS UM BRILHO, DE ORGULHO DO FILHO,
PROVOU QUE É MACHO,E PARECE COMIGO!


CONVERSA DE TONTO Ô IRMÃO,
Ô IRMÃO, Ô IRMÃO, Õ IRMÃO,
PAPO DE BOTECO Ô MANÉ,
Ô MANÉ, Ô MANÉ, Ô MANÉ, Ô MANÉ,
PAPO DE BOTECO Ô MANÉ. 



Trovador



 
Enviado por Trovador das Alterosas em 19/04/2017

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras